segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

MAIS UM ANO SE PASSOU!

Como num piscar de olhos, mais um ano chega ao fim. Como pode 365 dias passarem assim tão rapidamente? Eu também gostaria de saber. Muitas vezes, é somente quando o ano termina, que nos damos conta de que não fizemos quase nada daquilo que gostaríamos de ter feito.
Uma sucessão de “nãos” nos perseguem quando paramos para fazer uma retrospectiva de 2015. Planos e mais planos que não saíram do papel. A dieta que não foi feita, a academia que você não frequentou, os livros que não leu, os novos projetos que não iniciou, o dinheiro que não poupou... é “não” que não acaba mais.
Antes de você pegar o seu caderno para iniciar o planejamento de 2016, é preciso analisar o ano que está no fim e perceber o que deu errado. Por que tantos planos não saíram do papel? Aonde você errou? O que poderia ter feito para que as coisas fossem diferentes?
Planejamento sem execução não vale de nada! Lembra dos planos que você fez há um ano atrás para 2015? Quantos deles se concretizaram? Entendeu agora?
De nada adianta pegar uma outra folha do seu caderno para listar os planos para o próximo ano, se boa parte do que planejou para o ano atual sequer saiu do papel. Antes de partir para 2016, vamos aprenda com os erros de 2015. Certamente, eles têm muito a te ensinar sobre o que você precisa fazer de diferente para que o próximo ano seja repleto de realizações e não apenas de planejamento.
Sei que, para muitos, fazer essa retrospectiva é doloroso. A ferida ainda está aberta, tocá-la dói! Mas acredite, isso é necessário para evitar novos machucados mais adiante. E, por favor, antes de cair na tentação de colocar a culpa dos projetos não realizados no cenário econômico adverso, nos problemas políticos ou em alguma das outras mazelas do nosso país, lembre-se que o único culpado por tudo isso é você.
Por qual motivo você acha que as coisas não aconteceram como você gostaria? Será que você não soube planejar corretamente? Será que seus objetivos estavam longe da realidade? Ou será que você se preocupou demais com o planejamento e esqueceu da execução?
Independentemente de qual tenha sido seu erro, ou se você cometeu todos os erros acima citados, fato é: em alguma coisa você errou. É fundamental que você descubra em que parte do processo isso aconteceu porque é somente a partir daí que terá condições de evitar cometer os mesmos erros no próximo ano.
Evidentemente, não estou pregando que 2016 será um ano perfeito e que se você fizer o que estou dizendo atingirá todos os seus objetivos, claro que não é isso. Mas, indubitavelmente, analisar seus passado é a melhor maneira de construir um novo futuro. Não um futuro perfeito, não um futuro sem problemas ou erros, mas um futuro diferente. Um futuro com novos erros, novas perspectivas, um futuro de crescimento, de realizações e de objetivos alcançados.
Não importa como foi seu 2015. Se ele foi pior ou melhor do que você esperava. Se você conseguiu realizar ou não as coisas que gostaria. A única coisa que importa é que você precisa aprender com ele para ter um 2016 ainda melhor.

Samuel Magalhães é Consultor Financeiro, Palestrante, fundador do Portal www.invistafacil.com e do instagram @oinvestidor.

GENEROSIDADE: PASSE ADIANTE!

O mês de dezembro é, sem sombra de dúvidas, muito especial! É um mês de comemorar, de refletir, de planejar. Dezembro é o mês de trocar presentes com amigos e parentes. Mas será que é só isso? Será que essa é a melhor descrição para dezembro?
Com o espírito natalino, as pessoas ficam mais amáveis, mais alegres e mais generosas. E reside aí, nessa última característica, o ponto central do nosso artigo. A generosidade é uma das principais qualidades que um ser humano pode ter. Sem ela, a vida em coletividade seria um caos. Cada um por si e os outros que se lasquem. Já pensou?
Felizmente, apesar de todos os nossos defeitos – e olha que não são poucos – somos um povo generoso. O brasileiro gosta de ajudar. Ajudar a todos, indistintamente. Não importa se é brasileiro ou não, não importa se é do mesmo estado ou cidade, não importa a causa. Para nós, parece que nada importa, a não ser ajudar.
Quando ajudamos alguém, essa ação cria uma cadeia de outras boas ações que vão se proliferando. Ana ajuda Sérgio que ajuda Paula, que ajuda Bruno e, quando se for ver, muita gente já se ajudou, afinal, a generosidade é contagiante. É impossível receber uma boa ação sem retribuir essa boa ação à alguém, de alguma forma.
Se a generosidade faz bem para quem recebe a ajuda, ela possui um efeito ainda mais benéfico em quem ajudou. Não importa o que você fez ou para quem você fez. Não importa quanto tempo, dinheiro ou esforço esse ato te custou, ajudar faz um bem danado.
Ao ser generoso com as pessoas ao seu redor, você as leva adiante um espírito de generosidade. Generosidade essa que, de alguma maneira, irá voltar para você. Quer ser ajudado? Ajude! Quer crescer? Ajude os outros a crescer! Quer ter mais dinheiro? Compartilhe um pouco do que você tem com quem precisa!
Ser generoso é uma atitude muito poderosa! Ela te deixa leve, proporcionando a sensação de dever cumprido. Ser generoso nos mostra o quanto é bom ter para poder dar. Não importa se estamos falando de tempo, conhecimento ou capital, ao doar, você percebe que aquilo te faz bem, te dá uma paz interior. Você gosta tanto que quer repetir a dose.
Ao sermos generosos, mandamos uma mensagem  de abundância para o mundo: “Eu ajudo porque posso!” Sabe o que o mundo faz? Te dá cada vez mais meios para poder levar adiante a sua generosidade.
Seja generoso, você não faz ideia do bem que isso pode fazer aos outros, em especial a você. Tornar-se uma pessoa melhor é o primeiro passo para seu crescimento em todas as áreas da vida: pessoalmente, profissionalmente e financeiramente.
Não importa quem você seja, aonde esteja, quais os seus objetivos, em que você trabalha ou quanto dinheiro tem na sua conta bancária: Seja generoso!
E lembre-se, não precisa esperar mais um fim de ano chegar para reviver seu espírito de generosidade. Devemos cultivar esse espírito conosco diariamente, independente da época do ano. Somente assim, ajudaremos as outras pessoas a fazer o mesmo.
Generosidade: passe adiante!

Samuel Magalhães é Consultor Financeiro, Palestrante, fundador do Portal www.invistafacil.com e do instagram @oinvestidor.

Tecnologia do Blogger.